SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Cliever
Belo Horizonte/MG

Rodrigo fundou uma das maiores fábricas de impressora 3D no Brasil

Ele ainda era estudante de engenharia quando decidiu empreender. Com o apoio do Sebrae e do parque tecnológico da universidade, abriu uma empresa pioneira na fabricação de impressoras 3D, que se tornou uma das maiores do segmento no país.

O Sebrae é o guia que me mostrou os caminhos certos para empreender.

01

Rodrigo Krug estudava engenharia de controle e automação na Pontifícia Universidade Católica (PUC) em Porto Alegre, trabalhava e tinha uma vida estável. Mas o jovem não estava satisfeito, pois tinha o desejo de abrir o próprio negócio. Conversou com amigos, e decidiram montar em 2009 uma empresa de eletrônicos. O empreendimento não durou muito, mas Rodrigo não estava disposto a desistir.

Como tinha expertise na área de manufatura e impressão 3D, começou a pesquisar o mercado no exterior e viu que o segmento estava em ascensão. Resolveu investir na área e procurou ajuda no Tecnopuc, o parque tecnológico da universidade. 

02
03

Eu passei por um processo de pré-incubação em que a gente recebia todo tipo de capacitação de profissionais do Sebrae e de todas as áreas da universidade. Eles davam caminhos para a gente montar um negócio. Foi extremamente importante.

04

Ao final de seis meses de incubação, Rodrigo conseguiu uma oportunidade de apresentar o produto que havia desenvolvido na Campus Party em São Paulo, onde foi muito bem recebido. 

“Fiquei cinco dias na feira e o meu estande teve mais de seis mil acessos por dia. Foi uma coisa louca.” 

Rodrigo voltou a Porto Alegre ainda mais convicto de que estava no caminho certo. Após se reunir com investidores que demonstraram interesse, não restava dúvidas de que o negócio tinha futuro. Pegou um empréstimo com um banco privado e abriu oficialmente a Cliever como empresa.

“O Sebrae foi fundamental nessa etapa com consultoria sobre fluxo de caixa, atividade comercial, plano de negócios. Participamos de diversos eventos como a Feira do Empreendedor, palestras no interior falando do case da empresa, e fortalecemos essa parceria.” 

Pioneira em impressoras 3D no Brasil, a empresa foi aumentando suas vendas a cada ano, à medida que investia em tecnologia, desenvolvimento e aperfeiçoamento dos processos de fabricação. Em 2018, após fechar um grande negócio em Minas Gerais, a fábrica foi transferida para Belo Horizonte.

Desde o início da operação, já foram mais de 2.500 mil impressoras vendidas. A empresa foi responsável pela maior venda do segmento na América Latina, com 450 unidades compradas pela prefeitura de São Paulo.

Hoje fechamos em quase R$ 5 milhões o faturamento anual. Foi um crescimento bem interessante.

Com a chegada da pandemia, Rodrigo investiu nos protetores faciais para proteger os funcionários do coronavírus e ainda conseguiu gerar cinco postos temporários para cumprir com essa obrigação. 
Devido à popularização e à queda no preço das impressoras 3D, a empresa investe agora em tecnologia para se diferenciar no mercado. A meta, segundo Rodrigo, é que seja a maior fabricante do produto no Brasil.
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Essa história continua. Siga nas redes.

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
122 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte