SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Fuê Gelateria Escola
Itatiaia/RJ

Ricardo abriu o 1º curso no Brasil dentro de uma sorveteria em operação

O empresário começou a empreender com uma chocolataria. Mas, no Sebrae, teve acesso a um material sobre sorveterias que lhe despertou a vontade de montar um novo negócio. Em seguida, agregou uma escola ao empreendimento, sendo o primeiro curso a funcionar em uma gelateria.

Além de um gerador de conteúdo, de informação e orientação, vejo o Sebrae como um parceiro do empreendedor.

01

Formado em relações internacionais, Ricardo Sato trabalhava na área de recursos humanos de uma universidade no Rio de Janeiro (RJ), mas o que realmente queria era trabalhar por conta própria e ser seu próprio chefe. Para realizar o desejo de empreender, começou a conversar com amigos que tinham negócios em Penedo, um bairro de Itatiaia (RJ), até chegar à conclusão de que uma chocolataria seria o empreendimento ideal para montar no local.

“Em 2000, abri essa empresa e entrei no mundo no empreendedorismo.”

Para melhorar o negócio, procurou o Sebrae na cidade vizinha de Rezende (RJ). Após o primeiro contato, uma consultora foi até a chocolataria para realizar um diagnóstico da empresa, além de orientá-lo sobre capacitações para ajudá-lo a gerir o negócio.

02
03

Fiz curso de gestão financeira, de marketing, e tive a felicidade de fazer o Empretec, que foi muito bacana na minha vida de empreendedor.

04

Também por meio do Sebrae, Ricardo teve acesso a um material sobre sorveterias, que lhe despertou o interesse. E assim em 2013, após estudar profundamente o assunto, decidiu abrir o seu atual negócio, a Fuê Gelateria Escola, sendo o primeiro curso no Brasil a funcionar dentro de uma gelateria em operação.

“No dia da inauguração, éramos somente eu e minha funcionária. A gente trabalhava de madrugada, de dia, de tarde e de noite, como todo empreendedor faz no começo. Hoje temos dez colaboradores na gelateria, uma equipe que está conosco há muitos anos.”

E não foi só o número de funcionários que cresceu. O empresário diz que o empreendimento cresceu mais de dez vezes o volume de negócios em relação ao período inicial da sorveteria.

Com sua experiência, Ricardo soube lidar bem com os problemas causados pela pandemia de Covid-19, e a gelateria não precisou demitir nenhum funcionário. O funcionamento da escola também não foi interrompido, pois os cursos passaram a ser online.
O empresário planeja agora investir mais nas aulas em ambientes virtuais e aprimorar a plataforma adotada pela escola. Além disso, a gelateria passará a vender insumos em pequenas quantidades, pois os alunos têm dificuldade de comprar os ingredientes, que geralmente são vendidos em embalagens de 50 kg no mercado especializado. E, no verão, lançará o Selo do Fruto da Mata Atlântica e linha de sorvetes feitos com frutos encontrados no bioma.
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
89 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte