SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Ycasa
Cuiabá/MT

Após perder o estoque, Danielle reergueu com sucesso sua loja de móveis

Após anos sem trabalhar, a administradora decidiu abrir uma loja de móveis. O negócio ia bem até que uma enchente destruiu quase todas as mercadorias. Com a ajuda do Sebrae, a empresária conseguiu dar a volta por cima e bater todas as metas de venda.

Temos um contato muito grande com o Sebrae e todos os direcionamentos que o consultor nos passa são fundamentais para o nosso negócio.

01

Dedicando-se há alguns anos à criação de seu filho pequeno após ter trabalhado por dez anos no Tribunal de Justiça do Mato Grosso, Danielle Moura decidiu que era o momento de voltar a trabalhar. Como o marido é representante comercial e trabalhava com uma marca de mesas de alta qualidade, perceberam que havia uma oportunidade de terem o próprio negócio.

Após analisar o mercado de Cuiabá (MT), percebeu que havia um nicho entre o popular e o alto padrão que não era contemplado na cidade e que os produtos da marca atendiam exatamente a esse grupo de consumidores. Assim, procuraram um ponto e abriram a Ycasa, em 2017.

“Quem olhasse diria que não ia dar certo, porque era um local pequeno, sem estacionamento, em um bairro popular, considerado até perigoso. Mas começamos a investir em posts patrocinados, e as coisas começaram a dar certo.”

Danielle lembra que no primeiro mês a loja vendeu R$ 5 mil e, cinco meses depois, as vendas somaram R$ 130 mil.

02
03

Nos meses seguintes, o negócio continuou crescendo. “Tinha sábado que os clientes não conseguiam andar dentro da loja de tão cheia que estava.

04

Para acompanhar o crescimento, mudaram para um ponto maior, com local para estoque, e realizaram uma compra grande de mercadorias para conseguir desconto nos produtos. Pouco tempo depois de instalados no novo local, um temporal atingiu a cidade e inundou o estoque da loja, destruindo praticamente todos os produtos.

Ainda lidando com processos judiciais de clientes que tiveram de esperar um tempo maior de entrega das encomendas, Danielle decidiu procurar o Sebrae para reerguer o negócio. “Aí conhecemos um consultor que foi um anjo, uma luz para a nossa empresa. A partir de então, passamos a consultá-lo para tudo que vamos fazer.”

O primeiro passo foi procurar um novo imóvel para instalar a loja. Quando encontraram, tiveram com o aval do consultor, que considerou o novo local um excelente ponto. Assim recomeçaram, e o negócio voltou à normalidade em 2020.

Porém, logo em seguida, veio a pandemia do novo coronavírus, que a deixou apreensiva. A solução encontrada foi investir em bons colchões e em mesas de jantar, pois apostaram que, na quarentena, sem sair de casa, as pessoas valorizariam o conforto doméstico. Para atrair os clientes, passaram a oferecer boas condições de pagamento, com compras parcelas no boleto e no cartão, além de firmar uma parceria com uma operadora de crédito.

E aí fomos só crescendo. De um mês para outro, as vendas aumentavam entre 10 a 15%. A gente ligou várias vezes para o consultor do Sebrae para dizer que estávamos comemorando uma nova meta batida.

Danielle diz que as orientações recebidas foram fundamentais para a retomada do crescimento do negócio que, de janeiro a agosto de 2020, foi de mais de 300%. Para o início de 2021, quando a indústria deve ter regularizado a produção, a empresária planeja, com ajuda do consultor do Sebrae, a abertura de uma filial da loja no interior do estado, possivelmente em Rondonópolis, a terceira maior do estado.
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Essa história continua. Siga nas redes.

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
105 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte