SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Alow
Cuiabá/MT

Jorge lançou software de telefonia e conquistou clientes em todo o Brasil

Ele percebeu uma oportunidade ao ajudar empresas que querem economizar nas contas de telefone. Com o apoio do Sebrae, transformou a ideia em uma empresa de sucesso que leva softwares e soluções tecnológicas para os clientes, que não param de crescer.

O Sebrae cria uma atmosfera de networking que é muito boa. Já fizemos muitos negócios com empresas que conheci por intermédio do Sebrae.

01

Jorge Luiz Campos já empreendia desde os 18 anos de idade em Cuiabá (MT). O  jovem começou como representante de uma grande operadora de telefonia, vendendo planos corporativos.

Com a experiência, ele percebeu que não havia no mercado um serviço de auxílio a empresas para gerir e administrar linhas e contas telefônicas. Foi então que abriu uma primeira empresa que fazia esse serviço. De forma manual, ele conseguia levar a seus clientes economia de cerca de 50% com custos em telefonia.

Para ganhar escala, ele sabia que precisaria automatizar e otimizar o processo. Para isso, participou de um edital de inovação do governo federal e conquistou recursos para tirar o software do papel e dar um passo adiante com o negócio.

02
03

A partir do subsídio, o empresário e os sócios puderam lançar oficialmente, em 2015, a Alow Soluções Tecnológicas.

04

A tecnologia aumentou ainda mais o foco do empreendimento em levar uma redução de gastos para os clientes. O software ajuda empresas a administrar grandes números de linhas e faturas telefônicas, apontando gastos desnecessários, possíveis erros em cobranças, além de mostrar linhas inativas ou subutilizadas.

“De forma totalmente automática, o sistema vai lá no site da operadora, dez dias antes do vencimento, busca essas faturas em PDF, quebra elas em texto e faz o cruzamento de dados, desde cláusulas de contrato à separação por áreas de custos.”

Para estruturar a empresa, nessa nossa fase, Jorge e os sócios procuraram o Sebrae. Lá, tiveram consultoria nas mais diversas áreas, desde modelos de negócio à possibilidade de abertura de franquias. Também participaram de viagens em que puderam conhecer outros empreendedores de startup, além de palestras e workshops sobre empreendedorismo.

“Tudo que a gente precisou desde o início, o Sebrae deu suporte para a gente. E criou uma atmosfera de união entre os empreendedores aqui do Centro-Oeste.”

Em 2017, a Alow tinha 16 clientes, três anos depois esse número mais que triplicou, e hoje a empresa tem mais de 60 clientes em todos os estados do Brasil.

No período mais difícil da pandemia, as perdas foram menores que os ganhos. Isso porque, segundo Jorge, para as empresas, a economia gerada pelo software é maior que os custos de contratação. Os custos também diminuíram, já que, após as medidas de isolamento social, a empresa passou a funcionar totalmente online. "Outra mudança que veio após a pandemia foi um investimento maior em marketing digital.
Aumentar a presença digital da empresa é justamente uma das principais metas para o futuro próximo. O empreendedor acredita que é preciso investir na imagem para mostrar que a Alow está preparada para atender clientes de outras regiões. "Outra meta é dobrar o faturamento da empresa no ano de 2021."
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Essa história continua. Siga nas redes.

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
105 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte