SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Xapadinha
Natal/RN

Guilherme lançou uma marca de granita italiana que fez sucesso em Natal

Após se frustrar com o negócio de um bar em Natal, o empresário deu a volta por cima com um produto inovador para as praias da cidade: uma adaptação da granita italiana com bebidas e sabores brasileiros. As vendas foram um sucesso, e o negócio cresceu em pouco tempo.

Aprendi com o Sebrae que não é preciso ter medo se você planeja bem o negócio.

01

Guilherme Castelar trabalhava em Rio Verde (GO) como consultor em administração de bares e restaurantes quando foi convidado a ajudar um amigo espanhol a abrir um bar em Natal (RN) em 2015. Já instalado na cidade, foi surpreendido com a desistência do empresário.

Sem ter feito contrato, saiu do negócio sem dinheiro algum. Para não decepcionar a mulher e os filhos, que iriam encontrá-lo na cidade assim que começasse o verão, pensou em alguma forma de recuperar os gastos e ganhar algum dinheiro para manter a viagem da família. Nesse momento, resgatou as lições que tinha aprendido no Empretec, buscando inovação na sua ideia de negócio.

Especialista em drinks e coquetéis, ele tinha levado uma máquina de granita, que pretendia instalar no bar que não prosperou. Foi então que decidiu vender nas praias natalenses a sobremesa italiana que lembra uma raspadinha. Investiu os R$ 80 reais que tinha no bolso para criar sabores brasileiros como caipirinha e cerveja, além de clássicos como piña colada e blue lagoon.

Nos primeiros dias, os banhistas resistiram a experimentar a novidade, mas o conhecimento sobre vendas ajudou o empreendedor a vencer a dificuldade inicial. Em pouco tempo, o produto caiu no gosto dos clientes.

02
03

Em dez dias, depositei na conta da minha mulher R$ 4 mil de lucro que tinha ganhado e pedi para ela mandar meu filho mais velho me encontrar para ajudar nas vendas.

04

Assim, três meses depois, com uma identidade visual criada pelo próprio Guilherme, nasceu oficialmente a Xapadinha, a marca de granita tipicamente brasileira. O sucesso foi tão grande, que toda a família se mudou para Natal.

Um encontro ao acaso ajudaria a aumentar ainda mais o interesse pelo negócio e as vendas de Xapadinha. Por intermédio de uma consultora do Sebrae, a história da trajetória empreendedora de Guilherme foi contada na Agência Sebrae de Notícias e no site Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Em 2007, a esposa de Guilherme descobriu um câncer, e a família precisou se mudar para Goiânia a fim de acompanhar o tratamento. Desde então, a Xapadinha passou a ser vendida apenas sazonalmente, nos períodos de alta temporada.

Na capital goiana, o empresário continua a vender sua criação esporadicamente em eventos e criou um novo produto gastronômico: o Rotolino, uma pizza fechada com massa de fermentação natural.

Agora ele trabalha também em questões burocráticas para viabilizar franquias da Xapadinha, pois já foi procurado por diversos empresários interessados no negócio.
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Essa história continua. Siga nas redes.

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
105 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte