SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Guga Fernandes Beauty
São Luís/MA

Guga lançou marca de cosméticos e suplementos e já tem 350 revendedoras

Em busca de realização profissional, a empresária decidiu lançar sua própria linha de produtos de beleza e saúde, mas o negócio permaneceu estagnado por dois anos. Com o apoio do Sebrae, a empresa deslanchou, mas ela planeja um crescimento ainda maior.

Se o empreendedor fez o curso do Sebrae e se ele aplicar, não tem como não ter sucesso.

01

Com dificuldade para dormir, em consequência da rotina agitada e estressante como CEO da empresa de contabilidade que construiu ao lado do marido, a Real Assessoria e Consultoria Contábil, não restavam mais dúvidas à contadora Guga Fernandes de que ela  gostaria de trilhar novos caminhos.

“Nas minhas terapias, ouvi que preciso trabalhar com inovação, porque sou uma pessoa muito ativa. Nisso, montei a Editora Deluxe, que vai fazer 14 anos em dezembro. A partir da editora, virei digital influencer, estudei sobre moda, jornalismo de moda e encontrei nesse universo da moda e da beleza o segmento saudável.”

Nesse segmento, a empresária começou, há sete anos, como distribuidora de diversas marcas. Mas, apesar de ter gostado do ramo, ainda não se sentia satisfeita, pois o que realmente queria era ter a própria marca. Enquanto isso, esmaltes “saudáveis” de uma linha que se chamava Beauty Care passaram a ser seus produtos mais vendidos. E daí surgiu a ideia de sua própria linha de produtos.

“Contratei um marqueteiro e dei três nomes para ele. Queria alguma coisa com beleza, com beauty, com priorité e prosperité. Alguma coisa com esses três nomes.  Ele chegou com sugestão de Guga Fernandes Beauty, porque fez uma pesquisa e todo mundo disse: ah, é Guga da Beauty, porque as pessoas acham que sou dona dessa marca, pois eu a vendia muito bem.”

02
03

Assim, após seis meses estruturando o negócio, a empresária lançou a Guga Fernandes Beauty. Nesse início, contava com apenas com três revendedoras dos cosméticos e suplementos vitamínicos.

04

“Cheguei para as revendedoras e disse: a partir de hoje, nós não somos mais distribuição, nós vamos mudar para o modelo de empreendedora da beleza.”

Guga conta que, como já estava com o produto no mercado havia dois anos, e o negócio não crescia, decidiu buscar apoio no Sebrae. Chegando lá, conheceu o projeto Comércio Brasil, que fez o diagnóstico da empresa e ajudou a resolver os gargalos que impediam o crescimento.

“Os consultores me deram um diagnóstico do que eu deveria fazer para escalar o meu negócio e me informaram que a melhor forma seria treinar pessoas que tenham o mesmo propósito que eu e instalar quiosques, criando uma rede de distribuição. O Sebrae me deu todo o passo a passo e hoje eu só aplico.”

Guga diz que agora está desenvolvendo um método próprio de atendimento, aplicando o que aprendeu no projeto ALI (Agentes Locais de Inovação). “Tivemos uma consultoria durante cinco meses. Fiz mudança de rótulo para adequar o meu produto para um modelo de exportação. Tive de mudar a fonte da marca, e assim fui usando os serviços do Sebrae.”

Como a empresária também testou um modelo de vendas 100% digital, decidiu fazer o curso de redes sociais que o Sebrae ofereceu em 12 módulos. “Depois disso, participei do EINNE (Encontro Internacional de Negócios do Nordeste) e lá vi a magnitude do quanto eu poderia escalar o meu negócio junto com o Sebrae.”

A empresária diz que conta hoje com 350 “empreendedoras da beleza”, e a proposta é passar lojas lucrativas para elas administrarem. "Para as que têm perfil de administradoras e que atendem aos protocolos da marca.

Além disso, planeja aumentar ainda mais o número de revendedoras e ganhar o mercado internacional. "O nosso foco é ter um bilhão de empreendedoras da beleza e da saúde. Hoje temos 350, mas vamos chegar a um bilhão, porque nossa marca é de tipo exportação. Não vamos ficar só no Brasil, vamos sair para o mundo. Se eu ficar só em um milhão, nunca vou sair do Brasil.
Agora, Guga está focada no lançamento de uma campanha em que as pessoas devolvem os frascos usados dos produtos e ganham um cofrinho, o "potinho da prosperidade". Para novembro está prevista a inauguração de sua primeira farmácia boutique, outro resultado da parceria com o Sebrae. "É um conceito novo, elaborado junto com o Sebraetec. Nela, vamos vender toda a nossa linha de suplementos, cosméticos e esmaltes veganos. Nessa loja vamos atender atacado e varejo, será uma loja híbrida."
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
105 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte