SEBRAE Cliente Sebrae

Compartilhe
Água Cinza
Brasília/DF

Francisco já vendeu mais 1,5 mil aparelhos de aproveitamento de água

Para facilitar o reaproveitamento doméstico da água usada em lavadoras de roupa, Francisco desenvolveu um sistema eletrônico e criou sua empresa para comercializá-lo. Hoje o produto já está presente em mais de 1,5 mil residências e condomínios do Brasil.

Todas as pequenas empresas deveriam buscar o Sebrae para crescer e melhorar o rendimento e a produtividade.

01

No dia a dia de sua loja de eletrônicos em Brasília-DF, o engenheiro Francisco Vadívio percebia a dificuldade de seus clientes para reaproveitar a água usada pela máquina de lavar roupa. Os métodos disponíveis eram difíceis, como retirar a mangueira da parede e colocar em um balde.

Buscando uma solução para facilitar o reuso da água nas residências, decidiu, em 2012, desenvolver um sensor eletrônico que pudesse desprezar a primeira água utilizada pela máquina, que sai muito suja, e coletar a dos enxagues, que pode ser utilizada para regar plantas e lavar pisos, entre outros serviços domésticos. Para tirar a ideia do papel, investiu R$ 5 mil e abriu a empresa Água Cinza.

02
03

Desenvolvi um sensor que identifica essa água boa e lê o PH dela. Então patenteei e comecei a vender para pessoas usarem em casa.

04

O passo seguinte foi ampliar e adequar o sistema para que fosse usado também por condomínios. Logo o equipamento já estava disponível para venda, gerando economia significativa, principalmente para os edifícios maiores.

Por ser um produto que promove a sustentabilidade, Francisco foi convidado pelo Sebrae para participar do Fórum Mundial da Água que ocorreu em Brasília em 2018. Sua invenção também saiu na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Além da visibilidade que ganhou, o empresário destaca que o Sebrae o ajudou na gestão do seu negócio por meio de cursos. Ele aprendeu a lidar melhor com as vendas e com o controle de caixa, entre outras questões administrativas. 

O empresário diz que o apoio foi importante para o crescimento de 40% que a empresa teve desde que foi formalizada.

Ao todo, a Água Cinza já comercializou mais de 1,5 mil equipamentos para todo o Brasil. O desafio agora é industrializar os processos para a produção em série de modo que o produto também seja vendido em lojas de maquinário e de material de construção.
Curtiu essa história?

Compartilhe essa história:

Queremos conhecer a sua história e como o Sebrae fez parte dela.

Conte sua história

Veja mais histórias de sucesso

Encontre histórias que têm a ver com você.
105 histórias
Filtros
UF
  • AC
  • AL
  • AM
  • AP
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MG
  • MS
  • MT
  • PA
  • PB
  • PE
  • PI
  • PR
  • RJ
  • RN
  • RO
  • RR
  • RS
  • SC
  • SE
  • SP
  • TO
Solução
  • Cursos e eventos
  • Fale com Especialista
  • Sebraetec
  • Empretec
  • Outros
Segmento
  • Vestuário e acessórios
  • Alimentação e bebidas ou gastronomia
  • Eventos
  • Beleza e estética
  • Construção civil
  • Oficina/mecânica
  • Sustentabilidade
  • Tecnologia
  • Transporte